ANDREA DEL CASTAGNO - PINTOR ITALIANO

Andrea del Castagno
Andrea di Bartolo de Bargilla nasceu em San Martino a Corella, perto de Florença, Itália, por volta de 1421; o apelido "del Castagno" vem do nome de uma aldeia próxima. Ainda muito jovem, fez sua primeira obra conhecida: um mural de intenção edificante na fachada do Palazzo del Podestà, mostrando adversários de Cosimo de Medici pendurados pelos calcanhares. Seu temperamento irascível lhe granjeou muitos inimigos. Giorgio Vasari recolheu uma crônica que lhe atribuía a morte do pintor Domenico Veneziano, que faleceu quatro anos depois dele.

A partir de um tratamento essencialmente escultórico e espacial de seus temas, o pintor Andrea del Castagno evoluiu para outro em que predominavam os aspectos emocionais.

Suas primeiras obras importantes foram os afrescos de "A última ceia" e "A paixão de Cristo", realizados por volta de 1445 para o refeitório do convento de Sant'Apollonia, posteriormente Museu Castagno, em Florença; neles mostrava especial preocupação com a perspectiva e a monumentalidade das figuras, reflexo da influência de Masaccio e da escultura de Donatello. As lições deste último foram determinantes em seu trabalho posterior. É o que se pode apreciar no conjunto "Homens e mulheres famosos", que pintou com novo estilo, pleno de dinamismo e expressividade, para a Villa Carducci Pandolfini de Legnaia. Seu último trabalho foi um retrato eqüestre de Niccolò da Tolentino (catedral de Florença). Andrea del Castagno morreu em 19 de agosto de 1457 em Florença, onde passou a maior parte da vida.

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Posts Relacionados

CityGlobe