ANTÔNIO HOUAISS - FILÓLOGO BRASILEIRO

Antônio Houaiss
Antônio Houaiss nasceu no Rio de Janeiro (RJ) em 15 de outubro de 1915. Após diplomar-se em contabilidade (1933), formou-se em letras clássicas e lecionou latim, português e literatura. Em 1945 ingressou na carreira diplomática, interrompida em 1964 com a cassação de seus direitos políticos pelo regime militar. Representou o Brasil em Genebra, São Domingos, Atenas e nas Nações Unidas. Entre 1966 e 1970 foi editor-chefe da Enciclopédia Delta-Larousse.

A erudição, o rigor e a multiplicidade foram traços marcantes da atividade de Antônio Houaiss, filólogo, crítico literário, tradutor e enciclopedista.

De 1971, ano em que se tornou membro da Academia Brasileira de Letras (ABL), até 1975, Houaiss editou a Enciclopédia Mirador internacional, publicada pela Encyclopaedia Britannica do Brasil. Participou, como relator, da comissão da ABL incumbida de elaborar o vocabulário ortográfico da língua portuguesa segundo a reforma de 1971. A partir de maio de 1986, foi um dos principais idealizadores e negociador, pelo lado brasileiro, do projeto de unificação ortográfica entre os sete países de língua portuguesa, formalizado em 1990 com a assinatura do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, em Lisboa. Em 1992 e 1993 foi ministro da Cultura no governo Itamar Franco.

Em sua obra destacam-se Seis poetas e um problema (1960); Crítica avulsa (1960); Poesia e estilo de Carlos Drummond de Andrade (1968); a tradução de Ulisses, de James Joyce (1966); os Elementos de bibliologia (1967); e edições críticas de vários autores de língua portuguesa. Antônio Houaiss morreu em 7 de março de 1999, no Rio de Janeiro.

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Posts Relacionados

CityGlobe