ROALD AMUNDSEN - EXPLORADOR NORUEGUÊS

 Nascido em Borge em 16 de julho de 1872, filho de um armador, Roald Amundsen abandonou aos 21 anos os estudos de medicina para embarcar pela primeira vez. Em 1897 fez parte da expedição belga ao círculo polar antártico e, entre 1903 e 1906, com um barco de sua propriedade, o Gjöa, e uma tripulação de seis homens, atravessou os mares gelados do norte do continente americano, da baía de Baffin até o estreito de Bering. Durante os dois anos que durou essa aventura, Amundsen realizou estudos sobre o deslocamento do pólo magnético.

Um dos últimos grandes exploradores, o norueguês Roald Amundsen foi o primeiro a vencer as geleiras da Antártica, conquistando o pólo sul. Mas seu espírito corajoso e a solidariedade com o amigo e companheiro Umberto Nobile fizeram-no encontrar a morte nas águas geladas do Ártico.

Em 1909 propôs-se conquistar o pólo norte mas, como Robert Peary se antecipou, dirigiu sua expedição para a Antártica. Partindo de um acampamento-base situado nas bordas da península de Eduardo VII, alcançou o pólo sul, junto com quatro companheiros, em 14 de dezembro de 1911, apenas 34 dias antes que a expedição de Robert Falcon Scott alcançasse o mesmo objetivo. Mais tarde, Amundsen prosseguiu com suas explorações e, depois de várias tentativas fracassadas, em 11 de maio de 1926 sobrevoou o pólo norte, de Spitsbergen - posteriormente Svalbard -, ao norte da Noruega, até o Alasca, a bordo do dirigível Norge. Com ele estavam o explorador americano Lincoln Ellsworth e o engenheiro aeronáutico italiano Umberto Nobile. Dois anos depois, por volta de 18 de junho de 1928, ao tentar resgatar Nobile de um acidente, o avião em que Amundsen viajava, o Latham, desapareceu no oceano Glacial Ártico.

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Posts Relacionados

CityGlobe